Busca Livre de Imóveis

Dicas

Verão chega, e a atenção com o ar-condicionado intensifica

Vem aí a época de calor e também o período de aparelhos de ar-condicionado ligados.

E este é o momento ideal para preparar estes equipamentos para o uso prolongado que irão ter durante o verão. Tendo em vista que a alta demanda de procura pelo serviço, e também as novas instalações e substituições, farão com que os valores fiquem maiores, principalmente nas cidades do litoral brasileiro.

Algumas empresas do ramo já percebem uma procura maior. Sem contar que, no período da pandemia do novo corona vírus, houve uma elevação nas manutenções preventivas, isso durante todo o ano.

O recomendado para as manutenções são fazer no mínimo duas vezes ao ano, mas com a pandemia, e em alguns locais com grande circulação, o número de manutenções dobrou, ou triplicou, isso porque as manutenções passaram a serem feitas mensalmente, ou quinzenalmente, e até mesmo semanalmente. O motivo é que a limpeza dos filtros dos aparelhos de ar-condicionado é primordial no combate de doenças respiratórias.

Energia elétrica – carga extra

Um outro fator a ser considerado é que para novas instalações ou para troca de aparelhos é preciso saber se a rede elétrica de energia suporta a carga extra do uso constante do ar-condicionado.

Se o disjuntor desarmar constantemente é um sinal evidente de sistema elétrico inadequado em relação ao equipamento utilizado.

Se antigamente o ar-condicionado era restrito a poucas pessoas, consideradas de classe média alta, hoje, estão cada vez mais populares, e presentes nas casas dos brasileiros.

Nas edificações mais antigas, quando na época da construção não era previsto tamanha quantidade de uso de ar-condicionado, é necessária uma análise técnica antes de fazer a instalação, pois pode causar um problema coletivo, ou seja, afetar todo o condomínio e seus moradores.

Também é importante ressaltar a instalação de protetores para que descargas elétricas vindas da rua sejam evitas, e não sejam absorvidas pela rede, evitando também um acidente grave ainda maior, como um princípio de incêndio.

Manutenção

No que se refere a ares-condicionados em condomínios, o cuidado do síndico deve redobrar sobre os equipamentos instalados nas áreas comuns. Caso tenha uma quantidade de aparelhos com capacidade igual ou superior a 60.000 BTUs somados em diferentes ambientes, é indicado possuir um Plano de Manutenção e Operação de Controle para ar-condicionado (PMOC), desenvolvido pelo Ministério da Saúde, em 2018.

Este plano define regras de manutenção para evitar ou diminuir contaminações por bactérias, vírus, fungos e poluentes que possam provocar doenças, em prédios públicos e coletivos.

O documento, assinado por um profissional capacitado responsável, como por exemplo, um engenheiro ou técnico mecânico, precisa ser validado todo ano, e seu custo irá depender da quantidade de aparelhos e a frequência da manutenção que eles possuem. Além do mais, o PMOC é um plano que abrange todos os procedimentos relacionados à limpeza dos aparelhos e a conferência dela, o que garante a eficiência dos ares-condicionados.

Resumindo, além de proporcionar uma boa qualidade do ar, em um ambiente bem climatizado, também oferece saúde, e a durabilidade do equipamento. A revisão, a limpeza, a troca de gás e adequação à rede elétrica são os trabalhos necessários.

Fonte: Viva o Condomínio

Estamos à disposição, LIDERANÇA IMOBILIÁRIA LTDA.