Busca Livre de Imóveis

Compra e Venda

Quais são os principais termos e índices do mercado imobiliário?

O mercado imobiliário é um dos principais setores que movimentam a economia do Brasil (e do mundo). Por isso, ele é marcado e mensurado por diversos termos e indicadores, que podem causar muitas dúvidas em quem não os conhece tão profundamente. Por isso, separamos as principais informações sobre o mercado imobiliário que podem ser úteis para quem está buscando um novo imóvel para comprar ou alugar.

FGTS: o Fundo de garantia do Tempo de Serviço é um benefício comum que todos os trabalhadores registrados formalmente têm direito. Para o mercado imobiliário, sua importância se dá por representar um benefício que pode ser utilizado em 2 casos: demissão e compra de imóvel.

ITBI: é o Imposto sobre a Transmissão de Bens Imóveis, de competência municipal, que atua sobre bens imóveis e qualquer direto relativo a eles. Ele decai sobre o valor cobrado na transferência de escritura, que é de responsabilidade do novo titular do imóvel.

SBPE: o Sistema Brasileiro de Poupança e Empréstimo é uma carta de crédito que utiliza recursos próprios para facilitar a aquisição de um imóvel, ou seja, um modelo de financiamento sem limite de renda e com um tempo de quitação de até 35 anos.

SFH: outro modelo de financiamento, com o Sistema Financeiro da Habitação é possível financiar até R$90 mil para imóveis de, no máximo, R$180 mil, ou seja, um teto de 50% do valor. Esse sistema tem como fontes tradicionais a Caderneta de Poupança e o FGTS, e é operado pela Caixa Econômica Federal.

INCC: é o Índice Nacional de Custo de Construção, uma taxa calculada pela Fundação Getúlio Vargas mensalmente e utilizada para medir a flutuação de preços de qualquer produto ou insumo que possa ser utilizado em projetos ou construções. Isso significa que ele interfere diretamente os orçamentos para construções habitacionais, influenciando parcelas e o valor final de contratos de imóveis que ainda estão em fase de construção.

SAC: quer dizer Sistema de Amortização Constante, o sistema mais utilizado para financiamento imobiliário. Ele permite a divisão em partes iguais de um empréstimo de uso imobiliário, ou seja, permite um financiamento em que o saldo devedor é reembolsado em partes iguais durante o pagamento das parcelas.

IPG-M: é o Índice Geral de Preços do Mercado, outro medidor calculado pela FGV, que funciona como um índice de inflação do Brasil, só que mais direcionado para contratos de aluguel, tarifas públicas e serviços de seguros.

Taxa Selic: é uma taxa utilizada por diversos setores do mercado para aplicar juros em cima de cobranças. Para o mercado imobiliário, é relevante para um potencial comprador saber se terá sucesso ao buscar um financiamento que se encaixe em suas necessidades, já que uma Taxa Selic alta encarece a distribuição de crédito.

Estamos à disposição, LIDERANÇA IMOBILIÁRIA LTDA.