Busca Livre de Imóveis

Dicas

5 dicas para conservar a sua casa de praia

 

Todinha feita para o descanso e a diversão, a casa de praia tem que ser bem cuidada. Só

assim ela fica pronta para receber com todo conforto você e sua família nos momentos

de lazer. Mas a casa que, na sua lembrança, parecia um paraíso à beira-mar, pode estar

em um estado bem diferente quando você chegar lá.

 

Se manter o lugar onde você mora em bom estado já não é uma tarefa simples, quando

se trata de uma casa de veraneio, o trabalho costuma ser dobrado. Esse tipo de

residência exige uma série de cuidados a mais, pois está exposta constantemente a

fatores que prejudicam sua manutenção, tais como maresia, umidade e calor excessivo.

 

Claro que sua casa de veraneio foi feita para que você passe um tempo relaxando e se

divertindo, e não cuidando de problemas como mofo e insetos. Mas o que fazer para

que, ao retornar, a casa esteja do jeitinho que você a deixou, pronta para te receber? É o

que vamos te contar a seguir!

 

É hora de descobrir 5 dicas imperdíveis: elas dizem respeito à conservação e foram

especialmente elaboradas para você, que deseja manter o imóvel de veraneio em

perfeitas condições!

 

  1. Mantenha sua casa livre de pragas

 

Em lugares quentes e úmidos, é comum a proliferação de insetos. O litoral é um desses

locais, pois as médias de temperatura são altas na maior parte do tempo e essa condição,

aliada à incidência de chuvas (principalmente no verão), resulta em um ambiente ideal

para a criação de mosquitos, pernilongos e outros insetos.

 

Então, alguns cuidados são necessários, a fim de livrar sua casa desses bichinhos, que,

além de desagradáveis, são transmissores de diversas doenças. Entre as providências a

tomar está dedetizar periodicamente as áreas internas do imóvel.

 

Além disso, é bastante útil instalar telas — conhecidas como mosquiteiros — nas

janelas: uma fórmula garantida para deixar os inimigos alados do lado de fora da casa.

E como as visitas indesejadas não se limitam aos insetos, é preciso providenciar

desratizações de tempos em tempos. Afinal, manter os roedores longe é zelar pela saúde

de todos que frequentam a casa.

 

  1. Limpe a caixa d´água

 

Cuidar da limpeza da caixa d´água em uma casa de praia é essencial. Esse cuidado é,

inclusive, um dos primeiros a tomar ao se chegar a um imóvel de veraneio. Pois, sem

uso, a água parada na caixa perde o cloro, e disso decorrem sérios problemas. Como a

contaminação por algas, fungos e bactérias, perigos que podem acabar com as férias da

família.

 

  1. Livre as paredes do mofo

 

Quando terminam as férias e feriados e chega o momento de ir embora, é inevitável ter

que fechar a casa. Com isso, o ar dentro dela fica sem circulação, e pode surgir o temido

mofo. Que, inalado, provoca problemas respiratórios.

 

O problema se agrava se existirem infiltrações e goteiras, pois elas aumentam a

umidade, agravando problemas com fungos. Então, antes de sair do imóvel, verifique se

não há telhas quebradas, ou canos furados.

 

E, ao retornar, areje o imóvel inteiro. Abra portas e janelas, deixe o ar circular. Caso

perceba manchas de mofo nas paredes, dilua água sanitária e aplique-a sobre as marcas,

elas logo vão desaparecer.

 

  1. Atenção com a roupa de cama

 

A roupa de cama muitas vezes é sonegada nas casas de veraneio, pois tem pouco uso.

Porém, isso é um erro, e devemos estar atentos para que elas não virem um problema.

Travesseiros tendem a acumular ácaros, o que é péssimo para quem tem alergias. O

ideal é colocar uma capa de algodão por dentro e impermeável por fora.

 

A roupa de cama e as toalhas de banho também precisam de atenção e devem ser

lavadas semanalmente. Se você for passar meses fora da casa, guarde-as envolvidas em

material impermeável, como plástico.

 

Com essas dicas você vai poder aproveitar sua casa de veraneio com saúde por muito

mais tempo. Ela exige muitos cuidados, mas o prazer que proporciona é indescritível.

Cuide da sua!

 

  1. Trate a piscina

 

Quando a casa de praia tem piscina é preciso cuidar — e muito! — desse espaço de

entretenimento. Pois, se bem tratada, uma piscina é fonte de muito prazer; caso

contrário, transforma-se em um perigoso foco de contaminação.

 

Existem, no mercado, produtos próprios para manter a água livre de micro-organismos.

Dentre esses produtos o mais conhecido é o cloro, sendo preciso saber direitinho como

utilizá-lo.

 

E, na hora de voltar para casa, o que fazer em relação à piscina?

 

Leia abaixo alguns cuidados para “hibernar” sua piscina:

 

  1. Deixe-a livre de insetos e folhas — para tal use uma peneira cata-folhas.
  2. Escove seu interior, a fim de remover algas e bactérias.
  3. Aplique um algicida — especialistas podem recomendar o produto certo para sua piscina.
  4. Desligue os equipamentos.
  5. Diminua o nível da água.
  6. Coloque uma capa impermeável.

 

Mesmo com todas essas ações, não é possível deixar uma piscina sem manutenção.

Nesse sentido, o mais indicado é checar a situação desse equipamento sempre que

possível. E, para voltar a usar a piscina, além de reverter a hibernação, é importante

verificar se não há vazamentos e deixar a água 100% tratada.

 

Fonte: Meu Porto Seguro.